× Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Anderson Horizonte
"Não é o que você acredita. É o que você faz!"
Textos
*imagem da internet



Seus medos são tão lindos


Você se deitou!
Chorou, mesmo sendo uma rocha.
Você gritou!
Gritou, mesmo sendo uma dama.
Golpeou a cama!

Respirou fundo.
Se abriu!

- Por que a criança tem fome?
- Por que o velho não se lembra, se sua história não poderia nunca ser esquecida?
- Por que a depressão a visitou deitou em sua cama e ali ficou?
- Por que ele deixou de sonhar?
- Por que saímos antes do sol e só voltamos com a lua já posta? E ao final do dia só temos o jornal da noite, um copo de algo e um prato com pouco?

É isso!?
Explica pra mim, vai...

Ela rugiu!

Ateou fogo na alma.
Em seguida apagou tudo com lágrima.

Confundiu o coração e sorriu.
Destemida, pulou do alto do seu desespero.

Morreu... na dúvida se tinha de ser pra sempre assim.
Viver pra sobreviver?!

E eu que sempre fui bom com as palavras
Dessa vez não pude ajudá-la
Somente sussurrei ao vê-la dormir afogando-se em lágrimas:

"Á única certeza que tenho, querida, é que você transcende a tudo o que é orgânico e palpável, não há palavras pra descrever seu coração ou sua alma... fique em paz,
pois
seus medos, ah... os seu medos são tão lindos".



Por: Anderson Horizonte

Instagram: @andersonhorizonte_escritor / @anderson_horizonte
Site do escritor: www.andersonhorizonte.com
Anderson Horizonte
Enviado por Anderson Horizonte em 17/09/2019
Alterado em 22/01/2021
Comentários