× Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Anderson Horizonte
"Não é o que você acredita. É o que você faz!"
Textos

*imagem da internet

 

 

Das Trincheiras da Vida ao Fim da Guerra

 

- Crônica baseada na história de vida da ex faxineira; Veronica Oliveira -

 

 

Ouvindo a história de vida de um bom ser humano você tem a obrigação de;
Se encantar. Se emocionar. Aprender. Promover mudanças. Entre outros.
Bons seres humanos nos ensinam com sua história, com suas lutas, lágrimas e conquistas.

Já diria o poeta:

"Não precisa morrer pra ver Deus." – Criolo ‘Não Existe Amor em SP’

 

Outrora um sábio poeta disse ou melhor escreveu numa poesia:

"A Vida é Dinâmica". Sim esse 'sábio' poeta sou eu, gente, mesmo que de sábio não tenha nada - risos.

 

Um dia você está nas trincheiras da vida, no outro... a Guerra findou e você está tomando um café com sua família. Bom é quando é assim, exatamente assim – com a Guerra acabando um dia.
O problema é que enquanto 'nas trincheiras' DOI, doi muito, muito, a ponto de alguns, quererem pôr a cabeça pra fora, sem capacete, mesmo sabendo que lá em cima o fogo é cruzado, continuo... objetivo.
Essa menina, Veronica, passou pelas trincheiras da vida, colocou a cabeça pra fora, sem capacete, graças a Deus foi salva por um ‘Soldado’, um ‘Anjo’.
Essa pequena 'crônica' é baseada no relato dela, contado lá no Podcast Venus. Muito bom, super indico.
Me identifiquei muito com algumas experiências, relatos e todos os aprendizados. Minha mãe foi Diarista - Faxineira - por anos, hoje ela e meu pai, trabalham juntos como Ambulantes, numa Kombi, vendendo 'dogão' - falando nisso preciso passar lá pra acertar a minha conta, mas já sei no que vai dar; meus pais não vão deixar eu pagar, eu vou comer mais um lanche e a conta vai aumentar - risos -, por essa razão, pra acertarmos as contas, ‘viva o PIX’.
Voltando. Histórias de vida são como escadas – a Veronica, mesmo, diz isso lá na resenha – “algumas são rolantes, outras com mais degraus...”. Você ver que, em algum momento, a vida foi 'corrigida', tipo: chega de fome, chega de sofrimento, chega de engolir sapo... isso é mágico e gratificante. É animador!!!
Ah, mas como eu queria que isso acontecesse – ver a vida corrigida - com tantas outras Veronicas e Franciscos... Queria, não, EU QUERO!!!

Eu já vi pessoas muito próximas a mim - não usarei nome respeitando suas histórias - chorarem a falta de comida, a falta de distribuição justa de recursos, a falta de oportunidades, mesmo que simples oportunidades para a sobrevivência... já vi pessoa 'nova' ou 'velha', não importa, eram humanos batendo num peito fraco, tentando gritar, mesmo que já sem voz, um grito de socorro. E o pior disso é que essas são 'as melhores pessoas do mundo' porque elas conseguem sorrir e recomeçar todo santo dia!!! Elas contam piada. Elas te incluem em suas vidas...
Talvez, pelo fato da Veronica contar, no podcast, que em um período de sua vida ela não soubesse como dizer aos filhos que não teriam o que comer, o que beber... ou que o amanhã seria mais um dia de fome, de briga entre eles - por causa da pobreza -, talvez tenha sido o fato dela ter contado tudo isso com uma leveza, clareza e sorriso no rosto - por ter vencido essa fase da vida e hoje ter um mundo de boas possibilidades, para ela e para os filhos -, talvez tenha sido isso que me fez, mais uma vez, refletir sobre a vida e seus caminhos... Como as pequenas ações, escolhas, gestos, conectam pessoas, histórias... quais as razões, o porquê dos porquês? Enfim... Se eu encontrei essa vida hoje, essa história hoje, é porque ‘assim tem que ser para que algo, lá na frente, seja’.
Algumas histórias me forçam a escrever, me empurram, é sério, eu nunca entendi isso, mas sigo meus instintos, vou lá e... escrevo. Alguns ficam engavetados, outros tomam ‘as folhas digitais’.
A literatura, a escrita, é uma arte sensacional, muitos nem sabem, nem mesmo os que escrevem, mas essa arte é intimista e reveladora, pois muitas vezes é somente você conversando com você, mesmo que pense estar direcionando ao outro,  quando na verdade é... autobiográfico... ou não. Outras vezes é você gritando com o lápis o que os lábios não conseguem, às vezes é só ficção mesmo... É Arte! Então cá estou eu escrevendo sobre mais uma história de ‘gente da gente’, sendo assim, rogo ao céus:

“Que a vida seja gentil com a gente”.

P.S.:A Veronica contou sua história no podcast Vênus, por 2h, mas ela tem, também, seu livro e é lá que, com certeza, tem todos os detalhes ‘das trincheiras, também, do fim da Guerra’.

 

Na história dela, em seu 'romance da vida real', não tenho dúvidas de que ela não via a hora de chegar um plot twist.

 

Então: Vamos de leitura nacional!?

 

Sua obra: 'Minha Vida Passada a Limpo'
Sua rede social: @faxinaboa

 

 

 

 

Por: Anderson Horizonte

Meu livro: Rios de Lembranças - Editora Chiado Books (2021) À venda nas principais livrarias.

Conto: Você é Linda, RJ (2022) – À venda na Amazon.com.br

Conto: A Comédia Romântica Preferida dos Anjos (2022) – À venda na Amazon.com.br

Instagram: @andersonhorizonte_escritor

Site do escritor: www.andersonhorizonte.com

Gratidão!!!

Anderson Horizonte
Enviado por Anderson Horizonte em 14/04/2022
Alterado em 14/04/2022
Comentários